História dos Órgãos Sociais


Presidentes da Assembleia Geral

Datas Nomes
1896 José Augusto de Barros
1897 Dr. António Alberto Teixeira Lobato
1898 António Firmo d’ Azevedo Antas
1899 a 1904 Dr. José Coelho Mourão Teixeira de Carvalho
1905 Dr. Manoel Gonçalves de Carvalho
1909 a 1910 Dr. José Joaquim Fernandes d’ Almeida
1911 Dr. Henrique Ferreira Botelho
1916 Dr. Henrique Ferreira Botelho
1917 a 1918 Dr. António Alberto Teixeira Lobato
1921 a 1925 Dr. João Avelino Pereira da Rocha
1928 a 1934 Dr. João Avelino Pereira da Rocha
1938 a 1946 Dr. João Avelino Pereira da Rocha
1947 a 1948 João Baptista Pinto
1949 a 1957 Teófilo Lameirão
1958 a 1989 Manuel António Teixeira de Sousa Serôdio
1990 a 1995 Engº Humberto Cardoso de Carvalho
1996 a 2005 Rodrigo Félix Nogueira de Carvalho
2005 a 2007 Henrique Fernando dos Santos Rodrigues
2007 a 2016 Dr. Manuel Lopes dos Prazeres
Desde 2016 Henrique Fernando Santos Rodrigues

Presidentes da Direção

Datas

Nomes
1896 Joaquim de Azevedo
1897 a 1898 José Augusto de Figueiredo
1898 a 1900 João de Deus Guimarães
1899 Dr. Augusto Guilherme Botelho de Sousa
1901 a 1902 Conde de Vila Real
1903 a 1905 Joaquim Gonçalves Taveira d’ Azevedo
1909 a 1910 Joaquim Gonçalves Taveira d’ Azevedo
1911 Rodrigo da Nóbrega Pinto Pizarro
1916 a 1918 Albano da Assunção Fernandes da Silva
1921 a 1925 Albano da Assunção Fernandes da Silva
1928 a 1932 Albano da Assunção Fernandes da Silva
1933 a 1934 Dr. Manuel Ribeiro Cardona
1938 a 1944 Francisco Lameirão
1945 a 1948 Dr. João Augusto Gomes Teixeira
1949 a 1956 João Baptista Pinto
1957 a 1959 António Augusto da Rocha Cunha Serra
1960 a 1964 Engº Eugénio Maximiliano Ferreira Sequeira Varejão
1965 a 1974 Engº Humberto Cardoso de Carvalho
1975 a 1995 Rodrigo Félix Nogueira de Carvalho
1996 a 2007 Dr. Manuel Lopes dos Prazeres
Desde 2007 Engº Manuel Carlos Trindade Moreira


Os Diretores

A história da CASA é também a história de vida dos seus directores, poderá bem dizer-se que assim foi, no caso dos nossos Crachás de Ouro, Rodrigo Araújo e Rodrigo Félix, mas também de Domingos Ribeiro e de tantos outros.

Efectivamente, para muitos dos nossos directores esta era a sua verdadeira casa dado que passavam aqui diariamente várias horas, esta era a sua primeira casa.

Muito dinâmicos, empreendedores e organizados, Rodrigo Araújo, Domingos Ribeiro e Ribeiro de Sousa foram os responsáveis pela “Organização Bombeiros Voluntários” a partir da qual asseguraram que os meios financeiros nunca faltassem para dotar a Corporação de instalações, equipamentos e materiais necessários à sua actividade.

Rodrigo Araújo, serviu a Associação ao longo de mais de 60 anos, a sua vida confunde-se com a história da nossa Associação. Este cidadão Vila-realense dedicou toda a sua vida à causa Humanitária e da Solidariedade e também às causas do Serviço e Bem público tendo inclusive exercido funções de Presidente de Câmara de Vila Real. Foi também Director do Sport Clube de Vila Real e responsável pela Comissão Permanente do Circuito Automobilístico de Vila Real.

Rodrigo Félix (Crachá de Ouro) foi o Presidente da Associação que mais tempo esteve em funções neste cargo, tendo ainda desempenhado cargos nas estruturas de Bombeiros locais e nacionais.

Durante muitos anos, foi sobre estes directores que recaiu a árdua tarefa de levar por diante a Associação tendo-os acompanhado durante mais de trinta anos outros símbolos que, tendo já partido, estarão para sempre ligados à nossa Casa, tais como José Claro, Luís Faceira, Júlio Mesquita.

António Mota (Condecorado pela LBP,  pelos 25anos de serviço)

António Mota condecorado pela LBP

A_Barros Crachá de Ouro 120x180

António Barros condecorado com o Crachá de Ouro da LBP

 

Também António Mota foi um dos diretores distinguidos pela Liga de Bombeiros Portugueses com Medalha pelos 25 anos de serviço dedicado à Associação. Durante uma vida, desde que se conhece, é da Família Cruz Verde. Nunca falhou a um aniversário da Associação como gosta de salientar, este sempre foi um dia dedicado integralmente à CASA. É um dos rostos da nossa CASA e muitas iniciativas tiveram o seu apoio e dedicação, entre muitas outras destaca-se o apoio à Fanfarra.

Nos dias de hoje, muitos são o que continuam a servir a nossa Casa e a procurar seguir o exemplo dos que nos precederam. Alguns seguem as pisadas dos seus mentores e a sua dedicação, perseverança, disciplina, organização, amor à nossa Casa. No ano em que completa 32 anos de trabalho e dedicação à nossa Casa, o nosso António Alberto Soares da Costa Barros merece aqui referência especial. O sentido de visão e de futuro do seu, para sempre, amigo Rodrigo Araújo levou a que este, em 1984, lhe fizesse o convite de participar na reestruturação da Casa preparando-a para os tempos atuais.

Associando-se aos 125 anos da Associação, o Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Dr. Marta Soares, condecorou o Secretário-Geral da Associação, António Barros, com o Crachá de Ouro, dado o seu altruísmo, carácter e personalidade, profundo sentimento de amizade, elevado espírito de voluntariado e serviço à causa humanitária, sendo reconhecida pela associação, associados, dirigentes, comando e bombeiros, a sua importância nos destinos da Associação. A sua ação vai para além da Cruz Verde, dadas as suas capacidades, o perfil e abnegação na causa dos Bombeiros, foi Vice-Presidente da Federação dos Bombeiros dos Distrito de Vila Real, sendo atualmente elemento suplente do Conselho Superior Consultivo da Liga dos Bombeiros Portugueses.

 


 

Ver mais do Historial:

< História do Quartel Antigos Associados >