Secção Destacada em Justes

A Secção de Justes

Em 12 de Novembro de 1960 o 1º Comandante do Corpo dos Bombeiros Voluntários, César Pinto ,dirige-se ao Inspector de Incêndios referindo haver a possibilidade de estabelecer na povoação de Justes, uma Secção de Bombeiros que ficaria adstrita ao Corpo de Bombeiros, pelo que pedia autorização para poder tratar deste assunto, referindo que à Secção seria entregue o material braçal disponível na Associação.

Em 15 de Novembro de 1960 o Inspector Guedes de Magalhães, informava o Comandante que podia tratar da instalação apropriada e equipar a Secção com material que o Corpo de Bombeiros pudesse dispensar para esse fim.

Assim sendo, o Comandante juntamente com o Sr. Fernando Carvalho e o Sr. Albertino Silva (elementos da Junta de Freguesia), deram início a todo o processo acabando por concluir com êxito, nesse mesmo ano, a criação da secção.

A Bomba manual do tempo da Fundação da Associação, passados 55 anos (1945), foi cedida a Justes. Como não havia casa do povo na aldeia, a Bomba ficou em casa do Sr. Fernando Carvalho (situada no meio do povo) até se fundar a Secção, que viria a ter a sua sede na Casa do Povo, lugar que ainda hoje aquartela a nossa Secção de Bombeiros.

Este veículo tem um depósito com capacidade de 60 litros, era abastecido pelas mulheres com os seus canecos de água; oito homens accionavam a Bomba, mas para a transportarem eram precisos 4 homens à frente e atrás seriam todos os que coubessem no espaço livre para empurrar.

Esta bomba foi uma mais-valia para os habitantes, até porque em qualquer ocorrência os Bombeiros da Cruz Verde demorariam algum tempo a chegar a Justes , por esse mesmo motivo a Bomba foi cedida a Justes.

Quartel da Secção de Justes

Quartel da Secção de Justes

Bomba da Associação do tempo da Fundação e que foi colocada na Secção de Justes

Bomba da Associação do tempo da Fundação e que foi colocada na Secção de Justes

Ver mais do Historial:

< Viaturas Fanfarra >